terça-feira, 17 de julho de 2012

Fernando Palmari

Mais uma nota triste neste ano de 2012: faleceu no dia 9 de julho, em Atibaia, Fernando Palmari, compositor, artista plástico, poeta, dramaturgo.
Sua vasta obra musical compreende canções líricas, canções de caráter popular, música de câmara, peças para piano, peças sinfônicas, sambas dos mais diversos gêneros e inspiradíssimas baladas de cunho jazzístico em andamento moderato slow.
Tive o prazer de assinar os arranjos de muitas de suas composições, além de ter composto com ele a ópera  As Romãs se Repetem, o que nos aproximou na arte e que, para mim, foi fundamental para crescer artisticamente.
Também tive a honra de participar de inúmeros eventos promovidos por esse incansável agitador cultural.
Mas o principal mesmo foi a amizade sincera, profunda, que cultivamos ao longo de vinte anos.
Sentirei saudade de nossas longas conversas sobre todas as formas de arte, sobre o cotidiano, sobre coisas as mais banais, sobre a vida...
Só há que se lamentar que o legado desse "artista de sonho e alumbramento", como ele mesmo se definia, não lhe tivesse rendido o devido reconhecimento em vida, pois se trata de uma obra rica, singular, plena de beleza.



Um comentário:

  1. Meu amado amigo PALMARI... Ainda permanece vivo na minha memória. Infinita saudade do "oriundi"...

    ResponderExcluir