quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Classicamente

Com roteiro e seleção musical de Heloisa Fischer, a série Classicamente, voltada a jovens entre 16 e 25 anos, irá ao ar na Rádio MEC FM em janeiro. O apresentador será o pianista pernambucano Vitor Araújo e a voz das vinhetas de abertura e encerramento de Leticia Novaes, da banda carioca Letuce.
Estreia: 15 de janeiro de 2011, às 15h na Rádio MEC FM, com transmissão todos os sábados até abril.
Vale conferir!
Heloisa Fischer - Foto: Leo Aversa

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

César Guerra-Peixe

Ele pode ser considerado um dos grandes orquestradores do mundo, além de compositor do mais alto nível.

Homenagem ao grande maestro César Guerra-Peixe, falecido há exatos dezessete anos, a 26 de novembro de 1993 - um vídeo produzido para a cerimônia de entrega do Prêmio Maestro Guerra-Peixe de Cultura, 18 de março de 2010, Theatro D. Pedro de Petrópolis (RJ).

 

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Almeida Prado (1943-2010)


É com imenso pesar que noticio a morte, ocorrida no último domingo, 21 de novembro, de um dos maiores compositores brasileiros de todos os tempos: José Antônio Rezende de Almeida Prado. Também foi uma das personalidades mais queridas do cenário erudito brasileiro e extraordinário professor.
A audição de uma de suas Cartas Celestes no programa Ligue para um Clássico da TV Cultura foi determinante para que eu trilhasse o caminho da composição. A partir de então, sempre que posso, recorro a seus ensinamentos. Através, por exemplo, de sua Cartilha Rítmica para Piano, pode-se sentir a riqueza de recursos de que dispunha como compositor e seu incrível talento de educador.
Autor de uma obra ao mesmo tempo consistente e generosa, deixou-nos imenso legado artístico e pedagógico, do mais alto nível estético e intelectual, mas também acessível e acolhedora, tal qual ele era.
Imaginar que aquela figura simples e desprendida era, sobretudo, um representativo cidadão do mundo...


domingo, 21 de novembro de 2010

sábado, 6 de novembro de 2010

IV Mostra dos Compositores do CMU


CMU - Departamento de Música da ECA-USP - anuncia a programação de sua IV Mostra de Compositores que ocorre em novembro.

Dia 8, 16h - Departamento de Música da ECA (entrada franca)
Nicolás Salaberry - O Pássaro e a Máquina para violão
Nicolás Salaberry - Somando para violão
Adonias Calebe - Vivendo a 2 - Choro nº 1 para flauta e violão
Willian Billi - Momento Contemplativo para violão
Marcelo Segreto - Prelúdio para violão
Bruno Avoglia - sem título para clarinete
Iury Cardoso - 5 micro peças para violão
Iury Cardoso - Avalon para duo de violões
Eusiel Silva do Rego - Estudo Brevíssimo nº 1 para piano
Willian Billi - Prelúdio nº 1Brisa da Alvorada para piano
Carlos dos Santos - Uma Noite Sombria na Praça do Relógio para piano
Edson Sant'Anna - Sonatina nº 1 para piano
Daniel Grajew - "Sete..."  para violoncelo, piano e percussão

Dia 11, 13h ~ 14h30 - Departamento de Música da ECA (entrada franca)
Palestra da Prof. Eliane Tokeshi, violinista, docente do Departamento de Música da ECA-USP

Dia 14, 16h - Auditório do MASP 
Ingresso: R$ 6,00
Guilherme Garbato - Estudo de Simetria II para vibrafone
Willian Billi - Pensamento Livre para vibrafone
Guilherme Garbato - O Magnífico Peixe Deus para piano
Guilherme Garbato - Meia curva para chegar aqui para clarinete e piano
Gabriel Stern - Prelúdio e Dança para piano
Carlos dos Santos - Japiim nº 2 para duo de flautas
André Ribeiro - Passatempo para flauta e clarinete
Vitor Caffaro - D'instantes, d'instintos para contrabaixo, piano e quinteto de metais
Luis Santiago - Não Esqueci para flauta, saxofone, trompete, trombone, guitarra, baixo, piano e bateria
Borys Duque - Encontro Adiado - Não me venha com essa história de novo para flauta, saxofone, trompete, trombone, guitarra, baixo, piano e bateria
Yuri Prado - Mosaicos para flauta, saxofone, trompete, trombone, guitarra, baixo, piano e bateria

Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443
05508-020 - Cidade Universitária - São Paulo - SP

Av. Paulista, 1578
01310-200 - Bela Vista - São Paulo - SP
(11) 3289-7704

domingo, 17 de outubro de 2010

VIII Concurso de Composição Sinfônica "Ciudad de Torrevieja"

Estão abertas as inscrições para o VIII Concurso de Composição Sinfônica para Banda Sinfônica "Ciudad de Torrevieja" 2010, promovido pelo Instituto Municipal de Cultura "Joaquín Chapaprieta Torregrosa" de Torrevieja, Espanha. Podem participar compositores de qualquer nacionalidade, sem limite de idade.


As composições devem respeitar estritamente o seguinte efetivo instrumental:
- Flautim
- 2 Flautas
- 2 Oboés
- Corne Inglês
- 2 Fagotes
- Requinta em Mi Bemol
- Clarinetes em Si Bemol (Principal + 3)
- Clarone
- Saxofone Soprano
- 2 Saxofones Alto
- 2 Saxofones Tenor
- Saxofone Barítono
- Saxofone Baixo (opcional)
- 4 Trompas em Fá
- 4 Trompetes em Si Bemol
- 2 Flügelhorns em Si Bemol
- 4 Trombones
- 2 Bombardinos em Si Bemol
- Tubas Baixas em Dó
- Violoncelo
- Contrabaixo
- Piano (opcional)
- Harpa (opcional)
- Tímpanos
- Percussão

A obra vencedora receberá um prêmio de 15 mil euros.
Data limite para entrega dos trabalhos: 31 de outubro de 2010.

Maiores informações e regulamento (espanhol e inglês):
http://www.nuestrasbandasdemusica.com/content/view/248/51/

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Sarau Caipira no Centro Cineclubista de São Paulo


Fórum “MUDAR  SÃO PAULO” de Educação e Cultura
e
Grupo “Ô DE CASA”
apresentam
Almeida Junior: O Violeiro (1899) - Pinacoteca do Estado

SARAU CAIPIRA
(Canções e Poesias)

 Centro Cineclubista de São Paulo
Rua Augusta, 1239 cj 13/14 (Metrô Consolação)
3214-3906

6 de outubro de 2010 (quarta-feira), 21h

Falar de ser caipira é abordar um universo de saberes, e não o domínio de ignorância ou atraso, como é muito habitual na linguagem do senso comum.

Trata-se de refletir sobre modalidades de cultura popular (na qual se situa o caipira) como dimensões de sabedoria socialmente compartilhadas por diferentes grupos da sociedade.  Nesse sentido, a cultura popular se reveste de potencial democrático pois homens e mulheres de diversas classes e faixas de idade dividem entre si aqueles conhecimentos em seu cotidiano, aprendidos no dia a dia, transmitidos e transformados entre pessoas que, nessa esfera, são iguais: culinária, cantos, poemas, gestos, narrações...   E ser caipira hoje é também estar num mundo globalizado, informatizado, dotado de um ritmo muito acelerado de informações em circulação.

Este SARAU agrupa canções e poemas de origem e circulação populares.

Discutiremos a pertinência e a continuidade (ampliada, transformada e transformadora) dessa cultura popular no mundo atual: somos caipiras, portadores de uma cultura, assim como muitos de nossos contemporâneos são judeus, palestinos, ciganos ou indígenas e outras identidades mais, portadores de tantas culturas. Ser caipira é cultivar saberes, em diálogo com outros saberes porque as culturas quase nunca se mantêm num estado de pureza absoluta.

A cultura caipira abrange, portanto, a produção material da vida (o trabalho, os cuidados com o corpo - alimentação, higiene, proteção e ornato -, a moradia) e as diferentes formas simbólicas de que se revestem todas essas atividades, incluindo a produção e a fruição do belo – artes. Nesse sentido, há dimensões de uma identidade caipira (sertaneja, matuta, caiçara, beiradeira e similares) de cunho afirmativo, que se manifesta em poemas, canções e prosas: esses homens e mulheres gostam de ser o que são, apesar de eventuais dificuldades e sofrimentos por eles enfrentados.

Esses homens e mulheres somos nós todos.

PROGRAMA

ABERTURA:   Algumas palavras
·  Azulão – Jayme Ovalle e Manuel Bandeira
·  Nhapopé – Domínio público, recolhida por  Villa Lobos
·  Patativa – Vicente Celestino
         · Poemas: ”Ideal do Caboclo” -   Cornélio Pires
         · Poema: “Final de Ato”- Marilita Pozzoli
·  Moreninha, se eu te pedisse  - Anônimo do século XIX
·  Pingo d’Água – Raul Torres e João Pacífico.
·  Flor do Cafezal  - Luiz Carlos Paraná
         · “A Flor do Maracujá” –  Catulo da  Paixão
                                                      Cearense
         · Poema: ”A Madrasta” – Domínio Público
·  Viola Quebrada – Mario de Andrade e Ary Kerner
·  Guacira – Hekel Tavares e Juracy Camargo
·  Sertaneja – René Bittencourt
         · Poema: “As Três Lágrimas” – Campos Negreiros
         · Poema: “Mãe Preta” –  Patativa do Assaré                                                        
· Prelúdio nº 5 – Heitor Villa Lobos (Solo de violão) 
·  Tristeza do Jeca – Angelino de Oliveira
 FINAL:  Olha pro Céu – Luiz Gonzaga e José Fernandes
Cantam: Marcos Silva e Tania Clemente
Declamam: Lourdinha, Rosana, Taís, Joyce, Thaynara,
                     Zoraide e Eli

Violão e Direção Musical: Edson Tobinaga (Tobi)
Coordenação Geral: Eli Clemente
Produção: Grupo “Ô de Casa”
Fotos: Cláudio Araújo.

Contatos: 11-2262-4858, 6998-0811, 6999-5055 


terça-feira, 7 de setembro de 2010

Concurso Internacional de Composição "... a Camillo Togni"


Estão abertas as inscrições para a 6ª edição do Concurso Internacional de Composição "... a Camillo Togni", aberto a todos os compositores.
Obras para conjunto de 1 a 8 músicos, segundo este efetivo:
- flauta (ou flautim, flauta em sol, flauta-baixo em dó: um executante);
- clarinete em si bemol (ou clarinete em lá, clarinete piccolo em mi bemol, clarone em si bemol: um executante);
- dois violinos;
- viola;
- violoncelo;
- piano;
- percussão (um executante, instrumentos aceitos: vibrafone, glockenspiel, 3 pratos suspensos de alturas diferentes, 3 tom-tons de alturas diferentes, 3 wood-blocks de alturas diferentes, 3 triângulos de alturas diferentes, pandeiro, maracas, castanholas, flexaton, wind chimes, dois bongôs, claves)

Duração:
A) entre 5 e 12 minutos, para peças de 3 a 8 músicos;
B) entre 3 e 7 minutos, para peças de 1 a 2 músicos

Data limite: 31 de dezembro de 2010 (vale a data de postagem)
Taxa de inscrição: € 70,00
Prêmio ao vencedor: € 5.000,00 e publicação da obra pela Casa Editrice Suvini-Zerboni de Milão.

Baixe o regulamento:
em italiano
em inglês
em francês
em alemão
em espanhol

Ficha de inscrição/declarações



http://www.dedaloensemble.it/

VII Concurso Dutilleux


































Abertas as inscrições para o VII Concurso Internacional de Composição Henri Dutilleux.
Podem participar compositores de todas as nacionalidades, sem limite de idade.
Cada participante deve enviar uma obra para uma das seguintes formações:

Quinteto com piano - Sexteto com piano - Septeto com piano
Duração: 10 a 15 minutos


Data limite para entrega: 29 de setembro de 2010 (considere-se o carimbo postal)
Taxa de inscrição: 50 euros


Prêmios:
1º lugar: 6.000 euros
2º lugar: 2.000 euros
3º lugar: 1.000 euros

Maiores informações: Concours Dutilleux 2010-2011

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

IX Prêmio Internacional de Composição Da Luxembourg Sinfonietta




A Sociedade Luxemburguesa de Música Contemporânea anuncia seu IX Prêmio Internacional de Composição, edição 2010. Compositores do mundo todo - sem limite de idade - são convidados a apresentar novas obras para o conjunto Luxembourg Sinfonietta.

  • Os participantes devem apresentar uma peça para o conjunto em seu efetivo completo: 
          - 1 violino solista
          - 1 flauta
          - 1 clarinete em si bemol
          - 1 clarinete-baixo em si bemol
          - 1 saxofone alto
          - 1 trompa em fá
          - 1 tuba
          - 1 piano
          - 1 acordeão
          - 1 percussionista (vibrafone, glockenspiel, 3 tom-tons, 2 pratos suspensos, bumbo)

  • Será aceita unicamente uma contribuição por participante.
  • As obras devem ser compostas especialmente para este concurso e não deverão ter sido executadas ou premiadas anteriormente.
  • A duração da obra (entre 8 e 10 minutos) deve ser indicada na partitura.
  • Não serão cobrados direitos de inscrição.
  • A partitura deve ser enviada em três cópias por correio registrado, anonimamente, apenas identificada mediante uma senha.
  • Deve-se também enviar uma cópia da partitura em CD no formato SIBELIUS ou FINALE.
  • As partituras enviadas devem ser acompanhadas de um envelope lacrado, também identificado unicamente pela senha, com os dados do autor (nome e endereço), fotografia, currículo e uma cópia do passaporte.
  • Enviar todos os documentos para:
          Luxembourg Sinfonietta
          3, route d'Arlon
          L-8009 Strassen
          Luxembourg
  • Data limite de envio: 10 de setembro de 2010.
  • As obras serão avaliadas por um júri internacional.
  • Serão concedidas as seguintes premiações:
  • 1º prêmio :  3 000 €
  • 2º prêmio :  2 000 €
  • 3º prêmio :  1 000 €
    • Ao júri se reserva o direito de não atribuir um dos prêmios.
    • A decisão do júri é irrevogável.
    • Os compositores das obras selecionadas devem colocar o material de orquestra à disposição da Luxembourg Sinfonietta de maneira gratuita.
    • As obras enviadas passam a pertencer à Luxembourg Music Information Centre.
    Maiores informações:

    Luxembourg Sinfonietta
    Tel.: (+ 352) 22 58 21
    Fax: (+ 352) 22 58 23



    segunda-feira, 26 de julho de 2010

    Abstração Construída

    Esta é uma modesta experiência eletrônica, impregnada, no entanto, de reflexões sobre a existência e sobre a condição solitária em que o homem, mesmo vivendo numa coletividade, se encontra: solidão; solidões...



    Quando a gente ouve a "Abstração Construída", a solidão - esse tigre - ganha uns ares de gato... E a gente chega a acariciá-la. 
    Yara Camillo

    sábado, 17 de julho de 2010

    II Festival Ibrasotope de Música Experimental


    ____________________________________________

    Olá, é com grande satisfação que divulgo o nosso segundo festival!
    O II Festival Ibrasotope ocorrerá de 27 de julho a 02 de agosto de 2010 no Centro Cultural São Paulo - CCSP, Centro Cultural da Juventude - CCJ e na sede do Ibrasotope. O evento reúne grupos e artistas que atuam no campo da música experimental, proporcionando um panorama do que é produzido na área. A programação conta com shows, eventos performáticos, concertos, conversas e oficinas que  valorizam a diversidade de abordagens e posturas estéticas.
    Artistas e grupos convidados: Valério Fiel da Costa (PB), GHSerpa & Peter Gossweiller (SC), Nmenos1 (SP), -notyesus> (RJ), Leo Alves Vieira & Marcos Campello (RJ), o trio Thomas Roher-Antonio Panda Gianfrati-Michelle Agnes (SP), Pan&Tone (RS), Livio Tragtenberg (SP), Marcos Scarassatti (MG), Duo Henrique Iwao-Mário Del Nunzio (SP), L. C. Csëko & Batukadanárqica (RJ) e Hrönir (PE).
    Mais informações sobre a programação aqui: http://www.ibrasotope.com.br/festival/festival/programacao.html.
    O Festival, nesta segunda edição, foi contemplado com o prêmio do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – Proac.
    Em uma das apresentações, teremos um concerto de música eletroacústica, cuja chamada para obras eletroacústicas inéditas (preferencialmente compostas para a ocasião) está aberta. Façam algo, até o dia 18: http://www.ibrasotope.com.br/festival/festival/chamadas.html
    Grande beijo a todos, compareçam, ajudem a divulgar!
    Úrsula.--
    O Ibrasotope promove concertos, oficinas, palestras, intervenções, entre outros eventos, todos relacionados à música experimental. Sua intenção é estabelecer um pólo fixo de integração entre os criadores e interessados na produção de música experimental / contemporânea, e possibilitar a divulgação do que é feito atualmente nesse sentido.

    terça-feira, 13 de julho de 2010

    Mensagem de Massao Ohno (1936-2010)



    "Músicos, poetas, pintores, artistas no geral e no particular, insurgi-vos! 
    O mundo não é apenas um vasto circo de variedades, de consumo frenético. 
    Viver é um ato prodigioso, uma dádiva a ser desfrutada, segundo a segundo, até a finitude."


    Massao Ohno

    sábado, 3 de julho de 2010

    NULLBITS


    Música feita com videogames, circuit bending, computadores dos anos 80 e sons lo-fi: é isso que você pode esperar da festa Nullbits. Utilizando o que hoje é considerado sucata tecnológica ou sons duros e de baixa fidelidade, os artistas provam que usando a criatividade é possível qualquer coisa.
    Nessa primeira edição, teremos: Pulselooper, Droid-on, Ghouls 'n Eggs e Subway Sonicbeat - todos membros do Chippanze.org, primeiro (e por enquanto único) selo/coletivo brasileiro de chipmusic - música feita com videogames e computadores antigos. Também tocarão Orbe, uma dupla de música eletrônica experimental lo-fi inspirada em sons mecânicos; os artistas 2.6k e Synthesizemii do selo Okiru; e, especialmente de Nova York, Minusbaby, um dos integrantes do selo 8bitpeoples, o mais importante da cena chipmusic no mundo.
    Numa parceria do Chippanze e Orbe, a cada dois meses a festa trará sempre convidados especiais que fazem música eletrônica de baixa fidelidade, mas com muita qualidade. 
    Nullbits é a primeira festa no Brasil a se especializar nesse estilo musical - inspirado nos games antigos - e que está em crescimento no mundo todo.

    NullBits
    20/08/10 (sexta-feira)
    23h
    Entrada: 10 reais
    Local: Livraria da Esquina
    Rua do Bosque, 1254 (ao lado do metrô Barra Funda)
    São Paulo, SP


    Hijak Skank


    quarta-feira, 23 de junho de 2010

    Esboço

    Caro visitante, após me ausentar deste blog por mais de um mês, retorno com ânimo e saúde recobrados, apresentando, para a sua apreciação, anotações soltas destinadas à composição de uma peça para orquestra de câmara, a qual denominei "Con Fuoco" e que deverá ficar pronta em novembro. Origina-se de uma série elaborada em 10 de janeiro deste ano, durante uma breve visita à minha amiga Maria Lucia Diniz, em Boa Esperança (MG).


    sexta-feira, 14 de maio de 2010

    Maria Lucia Diniz - sarau na Vila Mariana

    Muito ainda se discute sobre a inclusão da música na grade escolar, mas há poucas ações para uma implementação de qualidade. Por outro lado, nota-se um grande interesse em imprimir uma educação musical consistente em localidades carentes, diferente do que acontece em grande parte do país em que, no lugar de tocar um instrumento, ensina-se a bater lata. A Sinfônica de Heliópolis (SP) e a Orquestra Criança Cidadã (PE) são exemplos de louváveis iniciativas, respectivamente dos maestros Silvio Bacarelli e Cussy de Almeida, formadoras que são de jovens cidadãos, alguns dos quais já atuantes como profissionais no Brasil e no Exterior. Louve-se também o status de excelência alcançado pelo Conservatório de Tatuí, com a inclusão de cursos de alto nível, entre os quais o inédito e pioneiro Curso de Produção Fonográfica, desenvolvido em parceria com a Fatec.
    No entanto é preciso um olhar mais carinhoso sobre o trabalho realizado em escolas e conservatórios de música, sem o qual o ensino de música no país se encontraria em um estado ainda mais lastimável. Destaco, aqui, o trabalho da grande educadora Maria Lucia Diniz, que hoje exerce suas atividades presidindo o Projeto Música e Vida, em Boa Esperança (MG), e no Conservatório da Vila Mariana (SP), mas que há décadas tem formado artistas, professores e cidadãos gabaritados.
    Uma característica que lhe é peculiar é a sensibilidade para observar o potencial de cada aluno que por ela passa. Daí os grandes desafios que propõe a cada aluno, cujo talento é moldado paciente e cuidadosamente; também o intelecto e a sensibilidade são estimulados, instigados, provocados, ou seja, nenhum aluno fica passivo ou mero espectador diante da música. Para mim, seu trabalho didático, que combina responsabilidade pedagógica e ousadia, tem a mesma importância que o material elaborado por Almeida Prado e a obra de José Eduardo Gramani. Como estes, também Maria Lucia é profunda conhecedora de música erudita e  popular.
    Ninguém e nenhum talento são por ela desprezados, sejam alunos ou professores. Por isso, devo-lhe minha eterna gratidão por me acolher, isso há vinte e cinco anos, como professor de violão e bandolim na inesquecível PRO MUSICA – Escola de Arte, uma verdadeira usina de música, educação, arte e cultura em São Paulo. Ali, sem dúvida, aprendi a dar aula.
    Na última quarta-feira, 12 de maio, tive o privilégio de participar de um sarau que ela organizou e realizou no Conservatório da Vila Mariana. Aliás, tive a honra de abri-lo, tocando Villa-Lobos e uma pequena peça que escrevi em 1987.
    O que veio a seguir foi extremamente agradável! Em tudo, sentia-se a mão da pedagoga: a interpretação, a preocupação com dados históricos, a escolha do repertório, o prazer de fazer música com os meios que estivessem à disposição!
    Participaram: Bianca Maretti e Thales Paiva, piano; Diego Lima, composição; Ricardo Martins, voz; Rodrigo Barbosa e Elio Ravagnani Filho, violões; Roberto Rossi, flauta; Aline Evangelista e Deocacir Menezes, violinos.
    Todos transmitiram uma vibração muito boa, uma chama vívida, alentadora, que deverá redundar na expansão de práticas musicais salutares sem distinção entre iniciantes, iniciados e experientes. A resposta para qual será o papel que exercerão no meio musical só o tempo dirá, mas é certo que podem se considerar agraciados por terem a orientadora que têm. Arrisco-me, porém, a dizer que juntos formariam um interessantíssimo conjunto de câmara!
    Por esse panorama que se afigura pelos lados da Vila Mariana, Maria Lucia Diniz, alunos, corpo docente e direção do conservatório são dignos dos mais calorosos aplausos!
    Bravo!

    segunda-feira, 3 de maio de 2010

    Um domingo na Aldeia de Carapicuíba (Festa de Santa Cruz)

    Domingo, 2 de maio de 2010, Aldeia de Carapicuíba. Festa de Santa Cruz.
    À tarde acompanhei, ao violão, o valoroso grupo Ô de Casa da Vila Sabrina, Zona Norte de São Paulo, em seu Sarau Caipira, um dentre vários programas culturais idealizados por seus principais responsáveis, Marcos Silva e Eli Clemente. Foi uma tarde especial, inesquecível! Naquele cenário histórico desfilou a genuína arte popular brasileira em forma de poesia e música, uma cultura que o povo necessita conhecer e que haverá de reconhecer. Talento para ouvir não lhe falta.
    Um exemplo disso foi a atenção com que o público assistiu à minha execução do Prelúdio nº 5 de Heitor Villa-Lobos. Nos meus vinte e cinco anos de carreira violonística não havia presenciado ambiente mais perfeito para esta jóia escrita em 1940. Primeiro porque é uma das várias obras em que o compositor faz referência ao universo caipira, ao lado do famoso Trenzinho do Caipira, da Lenda do Caboclo, de algumas das Serestas, etc. Segundo, o cenário e a história do aldeamento de Carapicuíba. Lembremo-nos de que Villa-Lobos se auto-intitulava índio de casaca.
    Devo destacar dois pontos culminantes do sarau: a declamadora Zoraide em "As Três Lágrimas" (Campos Negreiros) e as meninas Joyce e Daiane em "A Madrasta" (Domínio Público), respectivamente a tradição da arte de declamar e a esperança da continuação dessa arte por futuras gerações.
    Após o sarau, em outro momento da festa, o grupo apresentou a encantadora dança do "Trança Fitas".
    Quanto ao outro Brasil, ou melhor, o Brazil, levará um baita susto quando se der conta da riqueza de nossa cultura mais genuína.
    Aos músicos eruditos: "Saí da toca: há uma audiência bonita, há muito tempo ansiosa por conhecê-los e abraçá-los!"

    terça-feira, 27 de abril de 2010

    Prêmio Funarte de Composição Clássica


    Compositores brasileiros ou radicados no país há pelo menos três anos podem participar da seleção de 70 obras inéditas – vocais ou instrumentais – para a XIX Bienal de Música Brasileira Contemporânea, a ser realizada no segundo semestre de 2011. As premiações, cujos valores variam de R$ 8 mil a R$ 30 mil, contemplam obras para orquestra sinfônica, orquestra de câmara, orquestra de cordas, conjuntos camerísticos de até dez músicos, solista e música eletroacústica. As inscrições vão até 30 de setembro de 2010.
    Investimento total: R$ 1,2 milhão
    Encerramento das inscrições: 30 de setembro de 2010
    Leia o edital

    segunda-feira, 19 de abril de 2010

    Festa de Santa Cruz


    HISTÓRICO
    A Festa de Santa Cruz é uma das mais significativas manifestações da tradição paulista. Desafiando toda sorte de circunstâncias e o próprio tempo, persiste até hoje como testemunho da nossa história e do nosso folclore.
    Oriunda do interesse dos jesuítas pela catequização dos nossos indígenas no período seiscentistas, foi  o fruto da fusão de elementos católicos e outros dos próprios índios, utilizados como fonte de aceitação da cultura religiosa européia e adaptados ou transformados às condições do lugar e da época.
    ...
    Carapicuíba foi um aldeamento de índios Guaianazes, que, sob a orientação dos padres jesuítas, lavraram a terra, aprenderam a língua portuguesa e os costumes dos europeus, aceitaram a religião católica, foram batizados e integrados no contexto social da colônia, foram batizados e integrados no contexto social da colônia que estava nascendo nas terras do Novo Mundo.
    ...
    A Festa de Santa Cruz inicia o ciclo do solstício de inverno; teve sua data fixada pela igreja no dia 03 de maio e foi registrada como o dia da Invenção da Santa Cruz e é o prenúncio das Festas Juninas.

    ESCALANTE, Eduardo A. A Festa de Santa Cruz da Aldeia de Carapicuíba no Estado
    de São Paulo – Rio de Janeiro: MEC – SEC: FUNARTE – Instituto Nacional do Folclore;
    São Paulo – Secretaria deEstado da Cultura, 1981. 130p.


    Programação da Festa de Santa Cruz 2010

    24 de ABRIL
    Início da novena às 19h30
    1º de MAIO
    14h show de Música Raiz
    2 de MAIO
    19h30 levantamento do Mastro;
          em seguida, encerramento da novena e início da
          Dança de Santa Cruz ou “Sarabaquê”;
    3 de MAIO
    11h - Celebração da Santa Missa em louvor a Santa Cruz;
    17h - Procissão que percorrerá as ruas ao redor da Aldeia;
    em seguida show de convidados com música raiz e leilão de prendas;
    a partir das 21h reinício da Dança de Santa Cruz.
    4 de MAIO
    21h - apresentação da Dança de Santa Cruz que seguirá noite
    adentro até a tradicional “Zagaia”.
    Obs.: As prendas poderão sem entregues na Casa da Cultura
    ou Secretaria da Igreja de Santa Catarina e a arrecadação será
    destinada para as obras sociais da Comunidade.


    FESTEIROS
    *OTTO RUBENS HENNE JR.
    *VANETTE CAMARGO GONÇALEZ
    *COMUNIDADE DE SANTA CATARINA
    *AMIGOS E DEVOTOS DE SANTA CRUZ 
    *PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE CARAPICUÍBA
    *SECRETARIA DE CULTURA E TURISMO

    Quer saber mais sobre a Festa de Santa Cruz? Clique aqui!



    terça-feira, 13 de abril de 2010

    III Concurso InNova Música

    Ya está en marcha el III Concurso Internacional de Creación Musical y VídeoArt. Este concurso se dirige a músicos de todos los ámbitos que apuesten por la innovación y se proponen abrir nuevos horizontes musicales.

    La edición de este año tiene tres categorías: Música académica, Música moderna, y VídeoArt y propone el envío de las obras a través de su portal en formato digital.
    El precio de la inscripción es variable según el PIB del país de procedencia de las obras y oscila entre los 10€ y 30€.
    Se otorgarán tres premios para cada categoría, con una dotación total de 9000€.
    La inscripción al concurso ya está abierta y finaliza en octubre de 2010.

    Para más información consultad la Web www.innovamusica.com


    Albert Ginestà / Jordi Porta
    Departament musical
    InNovaGRUP
    info@innovamusica.com
    www.innovamusica.com

    segunda-feira, 12 de abril de 2010

    Brunch Musical

    Neste domingo, 18 de abril, ao meio-dia, duas composições minhas serão estreadas em versão para violão: Candelabros (sobre um minueto inocente) e Vaga Notícia. A execução ficará a cargo do jovem violonista e compositor Roberto Yoneta.
    De Candelabros nasceu uma suíte para orquestra de cordas sobre danças de corte, sem, no entanto, fazer qualquer citação ou transcrição de obras de época como fizera o italiano Ottorino Respighi (1897-1936) na bela coletânea Antiche Danze ed Arie per Liuto, nem se trata de ambientação como em La Valse de Maurice Ravel (1875-1937). Trata-se simplesmente do uso da métrica de cada dança abordada (galharda, minueto, siciliana) para interpretar o tema da solidão a partir de uma "leitura" livre sobre o quadro A Dança da Vida de Edvard Munch (1863-1944).
    O mesmo tema, de uma certa maneira, tem enfoque no breve choro Vaga Notícia: os vínculos de amizade nascidos durante o período escolar e que afrouxam ao longo da vida.
    Eis a divulgação da apresentação de Roberto Yoneta, cujo repertório dará ênfase a autores latino-americanos:


    segunda-feira, 5 de abril de 2010

    "Hilda Hilst - O Espírito da Coisa" em curta temporada


    O monólogo "Hilda Hilst - O Espírito da Coisa", para o qual fiz a música, reestreia em curta temporada no Teatro N.Ex.T.


    HILDA HILST O Espírito da Coisa

    Baseado na vida e obra de Hilda Hilst. 
    Últimas apresentações do espetáculo solo que deu à atriz Rosaly Papadopolprêmio APCA de melhor atriz de 2009
    A partir dos escritos e entrevistas concedidas por Hilda Hilst, uma das maiores vozes da literatura brasileira, o espetáculo leva ao palco a teatralidade de sua voz autoral - a voz de poeta, de pensadora, de contadora de histórias.

    Dramaturgia: Gaspar Guimarães. 
    Direção Ruy Cortez.

    Teatro N.Ex.T 
    Rua Rego Freitas, 454 – Vila Buarque (próximo à estação República do Metrô) 
    Estacionamento R$ 5,00. 
    Telefone: (11) 3259-9636
    de quinta a sábado às 21 h
    Duração:  75 min – Gênero: Drama - Não recomendável para menores de 16 anos
    Preços - R$20,00  e R$ 10,00 (meia entrada)  – Temporada Popular
    Temporada de 8 a 30 de abril de 2010
     

    quarta-feira, 24 de março de 2010

    Primavera Tripartida

    A "Primavera Tripartida" é dedicada a Tomie Ohtake. A obra foi inspirada pelo mosaico "As Quatro Estações", criado pela artista para a estação de metrô Consolação, em São Paulo, e que reflete sua experiência como uma artista oriental que se adaptou muito bem à cultura ocidental. Assim, nos três movimentos da obra - Sinfonia, Dança e Oferenda - podem ser detectados elementos derivados dessas duas culturas: um caráter contemplativo tipicamente oriental; uma ampliação da forma haicai, uma vez que cada movimento corresponde a um verso; elementos de cunho expressionista; o batuque que se insinua no segundo movimento. Num contexto mais amplo, a obra pode ser vista como um ritual que pretende celbrar não só a Primavera, mas também o encontro frutífero das culturas oriental e ocidental no mundo das artes: os impressionistas e a gravura ukiyo-ê; Debussy e a música javanesa; o poeta Ishikawa e a poesia revolucionária russa; John Cage e o Zen; Toru Takemitsu e o cinema europeu; Mikhail Baryshnikov e Tamasaburo Bando são alguns dos exemplos representativos das mútuas influências estéticas entre as duas culturas. (Texto extraído do encarte do CD "Premières - Sinfonia Cultura" selo Paulus).
    Abaixo, a "Primavera Tripartida" com a Orquestra Sinfonia Cultura sob a regência de Lutero Rodrigues. Apresentação de Yuri Vieira:


    CONCURSO: “PREMIO FUNDACION CULTURAL PATAGONIA DE COMPOSICIÓN 2010”

    “PREMIO FUNDACION CULTURAL PATAGONIA DE COMPOSICIÓN 2010”
      
    REGLAMENTO
    Art 1º - Llámese a concurso para la presentación por parte de los Compositores argentinos y/o extranjeros de una obra musical en los rubros que a continuación se detallan:

    PREMIO FUNDACION CULTURAL PATAGONIA DE COMPOSICIÓN – para una obra de cámara inedita, que no haya sido ejecutada total o parcialmente, de una duración no menor de ocho (8) minutos.

    El premio consistirá en el pago de la suma de TRES MIL  PESOS ($3000),
    ESTRENO MUNDIAL DE LA OBRA. GRABACION EN VIVO DEL ESTRENO
    CON GRABACION PROFESIONAL Y VIDEO.
    Además, el ganador recibirá un diploma que certifique el premio obtenido.

    Orgánico: MARIMBA, FLAUTA Y CHELLO.

    B) PREMIO FUNDACION CULTURAL PATAGONIA  DE COMPOSICIÓN  
    DE UNA OBRA PARA VIBRAFONO y PIANO, 
    que no haya sido ejecutada total o parcialmente, de una duración no menor de seis (6)minutos.
    El premio consistirá en el pago de la suma de DOS MIL PESOS ($2000)
    ESTRENO MUNDIAL DE LA OBRA. GRABACION EN VIVO DEL  
    ESTRENO   CON GRABACION PROFESIONAL Y VIDEO.
    Además, el ganador recibirá un diploma que certifique el premio obtenido.

    EN CUALESQUIERA DE LOS DOS ANTEDICHOS RUBROS, DEBERA TRATARSE DE UNA OBRA NO ESTRENADA NI EDITADA, TOTAL O PARCIALMENTE.
    EN TODOS LOS CASOS, LA PARTICIPACIÓN EN LOS CONCURSOS CONLLEVARA, POR PARTE DEL ASPIRANTE, EL DEBIDO CONOCIMIENTO DEL TEXTO COMPLETO DE ESTE REGLAMENTO Y SU CUMPLIMIENTO

    Art 2º- La presentación de las partituras deberá observar, en general, las características adecuadas, en cuadernillo, no siendo en consecuencia aceptadas hojas sueltas ni grafía musical dudosa o poco clara.
    - No deberá figurar dedicatoria alguna, ni tampoco indicaciones con letra cursiva debiéndose aplicar, donde corresponda, el tipo gráfico similar al de imprenta.
    - En las partituras, no deberá haber indicio alguno que revele la identidad del compositor, debiendo, sí, indefectiblemente, constar en ellas el epígrafe de la obra que presenta a concurso y el seudónimo o el lema que sólo para esta circunstancia adopta el compositor.

    Art 3º- EN LOS RESPECTIVOS RUBROS OBRA DE CAMARA Y DUO DE VIBRAFONO Y PIANO, el aspirante deberá presentar, en cada uno de ellos, dos ejemplares completos de su partitura, BAJO LEMA O SEUDÓNIMO, en sobre, aparte, cerrado y lacrado, deberá figurar exteriormente, según corresponda:

    PREMIO FUNDACION CULTURAL PATAGONIA DE COMPOSICIÓN 2010 –        
    CONCURSO
    “RUBRO MUSICA DE CAMARA O RUBRO DUO DE VIBRAFONO Y PIANO;
    el título de la obra  que se presenta y el lema o seudónimo que solamente para este CONCURSO adopte el compositor.

    En cualesquiera de los dos CONCURSOS cuyas respectivas especificaciones técnicas han sido precedentemente detalladas dentro del antedicho sobre parte, cerrado y lacrado, en papel doblado, no legible desde fuera, deberán constar de manera clara y completa, los apellidos y nombres del compositor, tipo y número del documento de identidad, el seudónimo o lema que única y exclusivamente, para la presentación al PREMIO FUNDACION CULTURAL PATAGONIA haya adoptado, el domicilio y el teléfono 
    Art 4º- Un mismo compositor no podrá ser premiado en los DOS CONCURSOS, sino en uno solo de ellos.

    Art 5º- EL GANADOR DE CADA CONCURSO NO PODRÁ PRESENTARSE AL MISMO RUBRO DE CONCURSO AL AÑO SIGUIENTE

    Art 6º- La recepción de las obras tendrá lugar en:
    Fundación Cultural Patagonia cita en Rivadavia 2.263 C.P (8332) 
    de la ciudad de General Roca Rio Negro. Argentina 
    sin que figure ningún indicio externo de la identidad del aspirante que efectúa el envío.


    - LA RECEPCIÓN DE LAS PRESENTACIONES A CUALESQUIERA DE LOS DOS CONCURSOS SE EXTIENDE HASTA EL DÍA 11 DE JUNIO DEL AÑO 2010 –
    Para cualquier información dirigirse al tel 1563680104 // mail:concursodecomposicionpatagonia@gmail.com

    Art 7º- A los efectos del respectivo pronunciamiento, en CADA UNO DE LOS DOS CONCURSOS, OFICIARÁ COMO JURADO LOS COMPOSITORES Y INSTRUMENTISTAS PARTICIPANTES DEL OCTAVO FESTIVAL INTERNACIONAL DE PERCUSION PATAGONIA y se expedirá el 26 de junio del 2010 en la noche final de festival

    Art 8º- EL JURADO PODRÁ OTORGAR MENCIONES ESPECIALES A LAS OBRAS QUE A SU JUICIO REUNAN MERITO PARA ELLO
    Las que serán premiadas con el estreno mundial la grabación profesional en vivo y el video del  mismo.

    Art 9º- Las obras no premiadas y los correspondientes sobres lacrados identificatorios no serán devueltas

    Art 10º - CUALQUIER SITUACIÓN NO EXPRESAMENTE PREVISTA, EN ESTE REGLAMENTO QUE CON MOTIVO DE LOS CONCURSOS LLEGARE A ORIGINARSE, SERA RESUELTA POR EL JURADO, EL CUAL ESTA INVESTIDO DEL CARÁCTER DE IRRECUSABLE, SIENDO INAPELABLES SUS DECISIONES.

    NORBERTO RAJNERI ANGEL FRETTE

    PRESIDENTE FUNDACION CULTURAL PATAGONIA         
    ORGANIZADOR
    DEL CONCURSO